O seu portal de noticias

O seu portal de noticias

segunda-feira, 26 de setembro de 2016

Campo Maior por José Miranda Filho

Foto da tarde desta segunda-feira,9, por volta das 17h-Poção II Campo Maior


CAMPO MAIOR - 254 ANOS (8/8/1762 - 8/8/2016)

José Miranda Filho
Compositor, jornalista e escritor

Seu princípio vem da Fazenda Bitorocara, do conquistador Bernardo de Carvalho Aguiar, instalada ainda nos idos do Brasil colonial.

"Tem Sol mais brilhante" (*). Mais abrasador. A luz intensa amorena a tez. Provoca ebulição no sangue e escalda o coração. Atiça o ânimo. Conquanto, às vezes, possa dar sinais de esmorecimento, pachorra, vontade de deitar-se preguiçosamente. É o calor forte. Clima caloroso. Almas fraternas no relacionamento entre os conterrâneos e que acolhem os que chegam - "hospitaleira" (*). A abóbada celeste, escancarada, permite ver o predomínio do anil, com a despedida das chuvas para outras paragens, longínquas. Então, mostram sua força os ventos gerais. As pipas (papagaios) sobrevoam os telhados amarelecidos, colorindo a imensurável meia-lua cósmica.

"Tem campos, tem gado" (*). O plaino ainda verde, apinhado de bois, vacas, carneiros, bodes e outros, que, tranquilamente, saboreiam o capim-mimoso. Exibindo variadas cores e maviosos cantos, propiciam maior encanto à paisagem canários, chicos-pretos, corrupiões, juritis, cabeças-de-bode, garças, marrecas, sabiás, anuns, nambus... O sopro dos ares produzem o assobio das palmeiras. Verdadeiras florestas de carnaúba e tucum, alternando com as campinas e os capões, nos quais prepondera a unha-de-gato, cujos espinhos arranham os gibões, as perneiras, o couro dos animais, nas labutas dos vaqueiros com o gado. Com certeza, "parece um jardim" (*). Natural, que não careceu de cuidados humanos, mas bastaram-lhe as mãos generosas do próprio Artífice Supremo. "Foi aqui que Deus fez o prodígio mais brilhante" (Moisés Eulálio).

Aqui, contemplam-se as constelações com nitidez, ante a frouxidão das luzes artificiais, fazendo-se o lugar sobremaneira propicio, porquanto desprovido da intensidade que caracteriza a iluminação nas cidades grandes. O céu noturno coruscando - numerosos e minúsculos pontos - sobre olhares descansados. Uma vez ou outra, estrelas cadentes tracejam dali para acolá, aflorando, assim, a admiração singela nos rostinhos das crianças. Comporta aludir também à visão do semblante do amado ou da amada junto à Lua. Cadeiras convencionais nas calçadas, tamboretes nos terreiros, cidade e zona rural, num só tempo, os olhos alongados na mesma direção do infinito. "Tem céu (mais) estrelado" (*), pois não!?

São alguns veios d'água. Antes, os três maiores - para dizer que também fluem córregos, riachos - deslizam serenamente, serpeando na imensidão da planura, por entre flora vária. Lá adiante, ao norte, tocam-se, interligam-se: largo abraço. Daí para a frente, apenas um - Longá -, transportando as águas dos dois outros, segue o curso para o encontro com o maior deles - Parnaíba.

Cortando a cidade, o Surubim, farto habitat do peixe que, sugestivamente, dá-lhe o nome. "Surubim, onde os pe(s)cadores pe(s)cam peixes e sereias de coxas grossas e sem escamas na água de suas margens, na maciez de suas moitas mornas" (Elmar Carvalho). Saltos "mortais" da garotada corajosa do alto da ponte, nos anos de bons e alegres invernos. Nestes, correntezas impetuosas invadem quintas de caju, transpõem o paredão de barragem, que já engoliu nadadores afoitos. Mais ali, água rasa, nivelando-se com as beiras adornadas de maiôs e biquinis discretos, em manhãs ora ensolaradas, ora cheias de nuvens cinzentas.

Ladeando - entrincheirando - a urbe, o Longá, irrompendo carnaubais e mufumbais, encharcando as "Pintadas" dos criolis, guabirabas, muricis e maçãs de rio, das divertidas colheitas pela meninada, por gente das redondezas, enfrentando sucuris. "Preso à teia do enlevo, suponho dentro d'alma ouvir o langoroso e doce murmurar das águas do Longá" (Mário da Costa Araújo).

"A treze de março, lá no Jenipapo, comprou com seu sangue nossa independência" (*). É o mais distante dos rios, légua e meia a leste do centro urbano. O de maior notoriedade, o mais enaltecido. Transbordante nos copiosos invernos, reduzia-se a um filete espelhado, imóvel, no meio do álveo - apenas um regato -, em 1823. Milhares de homens valentes puderam fazer sua travessia sem dificuldade. Sobre o barro endurecido do leito, sobre o mato rasteiro, ressequido pela estiagem, das suas margens, "sangue piauiense correu em ondas" (Abdias Neves) - pavorosa hecatombe na qual tombaram feridos ou mortos centenas de conterrâneos. Sangue vertido pela liberdade, num combate sem igual. "Ali, ao lado do norte, ouviu-se um brado de morte, foram bravos que caíram! foram homens destemidos que lá tombaram feridos às balas de Fidié" (Moisés Eulálio). Por isso, "Sinto orgulho de ser um seu filho" (*). Gleba de heróis - do passado, do presente e de sempre -, ressaltando o vaqueiro e o lavrador, que fizeram surgir este Estado.

"Cartão de visita do meu Piauí" (*). Velhos casarões de antigas histórias, na cidade e no campo. O bucolismo inspirado nas fazendas de gado, "onde outrora havia banhos de leite" (H. Dobal). O Açude Granonde, o "lago" (conforme a expressão do arrebatado cronista Octacílio Eulálio) urbano, o que é incomum em terras brasileiras. Recanto do multicolorido - indescritível! - pôr do sol. Reflexos da graciosa natureza sobre a água serena do Açude, ao mesmo tempo cenário e testemunha de contemplativos espíritos e de enamoradas confissões e jutas de amor.

No horizonte, a sudeste, onde as pinceladas do Criador foram mais vivas, ergue-se a Serra Azul de Santo Antônio - a "urna" (Octacílio Eulálio) que encerra infinidades de mistérios até hoje insondáveis. "Dizem que nela vagam fantasmas de uns padres que em suas entranhas enterraram ouro" (Elmar Carvalho).

"Hospitaleira, majestosa, altaneira" (*). "Ei-lo de flores cercado... Não sei onde outro mais belo... Mimosa flor do sertão... Tudo tem graça e beleza" (Moisés Eulálio). Berço de gente simples, como também de vultos que o engrandeceram (no passado) e engrandecem-no (no presente) e, peculiarmente, simpática, acolhedora, solidária, crente em Deus e - em sua maioria - devota do Antônio, padroeiro do festivo mês de junho, que reúne todos na catedral e na praça das barracas, para o afável e sincero gesto de fraternidade, como única família. Dileta terra, consoante se extrai da declaração: "Ah, como gosto de ti, se é verdade que existe vida após a morte, então quero de novo nascer aqui" (Prof. Assis Lima). Majestosa e altaneira na gloriosa história de seu povo, que, neste agosto, celebra o 254º aniversário de fundação da Vila - uma das sete primeiras do Piauí -, exaltando sua irrefutável tradição.

Salve 8 de Agosto! Brademos viva Campo Maior com o "orgulho dos filhos seus!" (*).


(*) Versos do Hino Municipal (Profª Valmira Napoleão).

Acadêmicos, poetas, escritores sugerem transformações da serra, açude e cemitério em pontos turísticos

O Escritor,juiz e acadêmico Elmar Carvalho, um campo-maiorense e admirador das belezas deste município, tem cobrado do poder públiuco as seguintes obras: Transformações do Cemitério central e um espaço cultural semelhante À RICOLETA em Buenos Aires, transformação do açude grande em parque Aquático,  e, da Serra Azul de Santo Antonio em Complexo Turístico Hotel Fazenda, trilhas etc. "Vamos manter a cobrança. Campo Maior tem filhos como OLAVO (Ecologista, Naturalista e principalmente defensor das boas causas, principalmente conservação e preservação do patrimônio cultural das cidades".José Itamar Abreu Costa. Residente da Allche(Academia Longaense de Letras, Cultura, História e Ecologia
e Cidadão Honorário de Campo Maior.comentário postado no blog do poeta Elmar Carvalho.
 http://poetaelmar.blogspot.com.br/2016/09/encontro-sobre-relva-do-parque
 Caro amigo Dr. Itamar,
Como você é sabedor e testemunha, por escrito e em diferentes eventos, com relação a Campo Maior, já apresentei as seguintes sugestões:
1) Despoluição do Açude Grande e criação de jardins e fontes luminosas no seu entorno.
2) Transformação da floresta da barragem do Surubim em Jardim Botânico e área de preservação ambiental, com criação de restaurante, piscinas e bicas para lazer dos campomaiorenses.
3) Transformação da Serra Azul, Serra de Santo Antônio ou Serra Grande de Campo Maior em área de preservação ambiental, com a instalação de teleférico, tirolesas e a construção de restaurante, pousada, cabanas, piscinas, bicas, etc., além do estímulo à prática de esportes como rapel, arborismo, arvorismo, trilhas e outros.
4) Transformação do Cemitério Velho de Campo Maior em museu e memorial a céu aberto, com a criação de alamedas, caramanchões, estátuas alegóricas, espaço cultural (talvez sobre pilotis), com a preservação e restauração de tudo o que nele atualmente existe.
Abraço,Elmar Carvalho.
Elmar Carvalho, poeta, escritor e jurista postou em seu blog uma homenagem ao José Olímpio da Paz Filho, falecido recentemente em Teresina, vejamos na íntegra:
"Através do e-mail abaixo, enviado pelo amigo José Francisco Marques, tomei conhecimento do falecimento de José Olímpio da Paz Filho, grande goleiro, sobretudo de futebol de salão, e professor aposentado da Universidade Federal do Piauí:" (aspas pela blogueira).

“Mestre, transcrevo mensagem do facebook do nosso amigo Flávio Bona:

‘Faleceu hoje em Fortaleza, o Ex-Presidente do COMERCIAL ATLETICO CLUBE, JOSÉ OLÍMPIO DA PAZ FILHO; era filho do SAUDOSO JOSE OLIMPIO DA PAZ E DONA DIANA   José OLÍMPIO era conhecido na juventude como ZERO, foi o melhor goleiro de futebol de salão de Campo Maior. Era Caiçarino e depois foi ser Presidente do Comercial, através de Dr Acélio Correia, Dr. Ernane e Milton Higino, foi goleiro do CAIÇARA e do COMERCIAL, aqui mando os meus sentimentos a toda a FAMILIA de JOSÉ OLÍMPIO DA
PAZ FILHO.’"

Na minha adolescência admirei três grandes goleiros campomaiorenses: Coló, Beroso e Zé Olímpio. Os dois primeiros, na opinião do notável cronista esportivo Carlos Said, que também foi um grande golquíper, atuando no River por muitos anos, estão entre os dez maiores goleiros do Piauí em todos os tempos. Zé Olímpio foi o maior arqueiro de futebol de salão que já presenciei jogando. Corajoso e arrojado, fazia excepcionais “pontes” em rústicas quadras, duras e que ralavam mais do que lixa. Sobre ele, em meu livro O Pé e a Bola, fiz o seguinte comentário: “No futebol de salão, Zé Olímpio foi um goleiro extraordinário, que me despertou muita admiração e uma quase pontinha de inveja, em razão dos seus saltos acrobáticos de gato maracajá.”



 
 Sobre Coló e Beroso escrevi, tempos atrás, o seguinte texto:

PSICOLOGANDO AS DETENÇÕES. (Por Jacob Fortes. 16.09.2016)

Que a conduta ilícita careça de sanção, (para que não se perca o valor da pedagogia), isso é incontroverso, é unanimidade na opinião pública. Porém, gostaria de começar romantizando esse tema, imprimir-lhe um caráter fantasioso, utópico. Pitadas de utopias são bem-vindas, é tempero que quebra o cotidiano, colore a ortodoxia. As utopias, que dão sustentação aos sonhos, moram no reservatório secreto da imaginação e anseiam por escapulir. Sendo assim, que escapulam; se comprazam nos efeitos dos seus delírios, das suas pregações absurdas, inexequíveis.

167 professores mudaram de nível e de classe

167 professores foram contemplados a mudança de nível e de classe determinada pelo Prefeito de Campo Maior, Paulo Martins,quarta-feira (20).Ao todo serão 48 professores que mudarão de nível e 119 que mudarão de classe. “São mais de 150 professores que estão no dia-a-dia na sala de aula e merecem toda nossa atenção porque foram eles que ajudaram nossa gestão ter uma boa educação juntamente com a secretaria de educação”, comentou o gestor.

A medida vai gerar um aumento nas despesas da prefeitura em torno de R$ 58 mil reais. “Não consideramos despesas, mas sim um investimento de R$ 58 mil reais a mais na folha de pagamento. Entendemos que quando valorizamos o servidor conseguimos ter um bom retorno na qualidade do serviço prestado porque ele trabalha mais motivado”, argumentou.

Há professores que terão aumento de quase R$ 02 mil reais em seus salários com a mudança. “Tem gente que há 15 anos não mudava de nível e de classe. Temos um quadro de quase 500 professores efetivos, quando assumi eram apenas 236. Aumentamos também o numero de alunos e melhoramos a qualidade das escolas”, frisou o prefeito. Weslley Paz.

Notícias da semana: Prefeito contratou 99 pessoas para a área de saúde

O Prefeito de Campo Maior, Paulo Martin liberou dia 20 de setembro a contratação de 99 pessoas para trabalhar na área da saúde do município: 36 para as Unidades Básicas de Saúde, 58 para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA-24h) e 05 para as Academias da Saúde, conforme foi informado dia 20 de setembro.

“Nós fizemos vários investimentos na área da saúde em Campo Maior e agora precisamos de mais profissionais em vários setores para trabalhar no atendimento à população e manutenção da prestação dos serviços públicos”, disse.

Segundo o prefeito foram construídas “09 UBS com 21 departamentos.  Vamos contratar mais 04 profissionais em cada UBS entre técnicos, auxiliares, zeladores e recepcionistas totalizando 36 pessoas. Alem disso iremos contratar cinco educadores físicos, sendo um para cada academia e mais 58 pessoas para a UPA em diversas áreas”, detalhou.

A UPA que está em fase final de construção tem 54 departamentos.Será uma espécie de hospital municipal.Vai funcionar 24h por dia. “Vamos fazer todas as contratações conforme a lei que rege o contrato de servidores”, assegurou o Procurador do Município, Dr. Pedro Hilton que esteve na reunião de planejamento juntamente com o prefeito e o Secretário de Finanças, Otalício Leite.wesleypaz.

quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Convite -missa de Jaks-lene

Famíliares de  Jaks-lene Azevedo Nunes, falecida sexta-feira, 16, convida parentes e amigos para a missa  de 7° dia em sufrágio de sua alma, que será celebrada na Igreja Nossa Senhora das Dores (Praça Saraiva),  quinta-feira, 22, às 19horas, em Teresina.Agradecem a todos que comparecerem a esse ato de fé e piedade cristã. Também agradecem a todas as manifestações de pesar pelo precoce falecimento de Jaks, que morava em Teresina, com a mãe Dolores, perto dos irmãos Celso Filho, Neuma, Sônia, Erineude e Silvestre, mas cresceu e estudou em Campo Maior, onde morou por muito tempo, para onde retornava sempre que sentia saudade da terra natal.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Candidata a vereadora Francisca Cabral apresenta propostas de trabalho para simpatizantes

 A candidata a vereadora professora  Francisca Cabral, pelo PHS, estréa  na política . Ela já visitou os bairros, comunidades, conversou com jovens, estudantes e trabalhadores e, domingo, 18, reuniu-se com simpatizantes e com o candidato a prefeito pela sigla doutor Ribamar Coelho, no auditório do hotel Pousada do Lago, para apresentar as suas propostas para Campo Maior.
"Consciente de que o papel do vereador é fiscalizar o poder executivo municipal e propor através de projetos melhorias e ações que tragam o bem estar da população, apresentamos 10 pontos que compõem nossa estrutura de trabalho.O fato de apresentarmos essas primeiras idéias não significa dizer que nos limitamos a elas. A nossa prática na câmara será de uma presença constante e ativa junto ao povo de Campo Maior. Obrigada a todos os amigos! _ Quero mostrar que sei trabalhar._ Estou confiante!Vote consciente.", encerrou a candidata vereadora Francisca Cabral.





Candidato Joãozinho Felix visita comunidades Angelim e Corredores

O candidato a prefeitura de Campo Maior Joãozinho Felix-PPS esteve reunido com moradores das localidades Angelim, Assentamento Corredores, Cajazeiras e com o candidato a vereador, Neto dos Corredores, onde foram apresentadas suas propostas de governo. O candidato conversou e ouviu os pedidos da população. "Vamos trabalhar para mudar essa realidade, ampliando a estrutura desses locais com obras que beneficiarão a vida de todos da região"., declarou o candidato.



Candidato Ribinha realiza caminhada pela paz

O candidato a prefeitura de Campo Maior, professor Ribinha, acompanhado da candidata a vice, doutora Liege realizou segunda-feira, 19, a caminhada pela Paz, pelas ruas do centro.



Candidato Ribamar Coelho lança plano de governo

O candidato a prefeito de Campo Maior pelo PHS - Ribamar
Coelho lançou seu plano de governo, entre as propostas apresentadas estão a construção de uma biblioteca, modernizada com capacidade para 200 estudantes, um polo olímpico e aquático no Bairro Cidade Nova, um centro especializado médico no Bairro São João, entre outras. 


Sol Clube presente no 6º Sabor Maior- Festival Gastronômico de Campo Maior

O Sol Clube - organização sem fins lucrativos, formada por mulheres da sociedade campo-maiorense esteve presente no sexto Sabor Maior - Festival Gastronômico de Campo Maior, com uma feirinha instalada na sede da organização. Vários produtos foram ofertados, desde guloseimas a artesanato. 
O Sol Clube é dirigida atualmente pela solista Margareth Andrade, que tem na sua equipe as solistas Alcioneida Paz, Nádia Ibiapina, Tonaide, entre outras.Toda a renda da feira será revestida em ajuda para pessoas carentes, assistidas pela organização.



veja mais fotos

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Mais fotos do Sabor Maior 2016




veja mais fotos

6º Sabor Maior - Festival Gastronômico- concurso

A 6ª edição do Sabor Maior -Festival gastronômico de Campo Maior foi marcado por grandes shows e culinária com toques refinados. O festival iniciou sexta (16) com um concurso para escolha do melhor prato. Ao todo, 15 pratos concorreram nas duas modalidades: Restaurante e Lanchonete.Teve  como participantes: Toque Especial Eventos, Estação Creperia e Tapiocaria, Churrascaria Mistura Fina, Churrascaria o Doca, Toque Especial Buffet, Bis Dogão entre outros.
Os vencedores foram:
1º Estação Creperia e Tapiocaria  com o prato Crepe Sertanejo (uma iguaria da cozinha francesa, com adaptação regional) e  2º Samya Bona Buffet  que apresentou uma massa crocante - Quiche de Carne de Sol ao 3 Queijos e Geléia de acerola picante, ambos na categoria lanchonete. Na categoria restaurante os vencedores foram:1º Churrascaria Mistura Fina com o prato Tilápia Mistura Fina -peixe tilápia com purê de batata doce e molho de maracujá e,2º Churrascaria o Doca com o prato Capote Selado na própria gordura laqueado com Rapadura. Cada campeão levou R$ 2 mil reais e os vice-campeões faturaram R$ 1 mil reais, cada.
A premiação dos campeões foi feita pelo Prefeito Paulo Martins, deputado Aluísio Martins, Ceres Rebelo do Sebrae e com a presença do chef de cozinha, Manoel Bezelga.






veja todas as fotos

Shows que marcaram a 6ª edição do Sabor Maior

A primeira noite de festival gastronômico de Campo Maior - Sabor Maior 2016 foi marcado por grandes shows e praça lotada. A sexta-feira,16 iniciou com a apresentação do cantor Marcelo Ferreira, que tocou clássicos da MPB. Em seguida, o artista Sabá relembrou sucessos de Alceu Valença e na sequência, a principal atração nacional do evento, o cantor Humberto Gessiger que enlouqueceu a multidão com o seu show. 
A banda Top Gun encerrou o primeiro dia de evento com um show memorável. Segundo uma participante, a primeira noite foi "anormal", de tão maravilhosa. 
fonte e fotos dos sites locais.
 veja todas as fotos....

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Inicia sexta-feira o 6º Sabor Maior- Festival gastronômico de Campo Maior

Campo Maior sediará a partir de Sexta-feia, 16, o 6º Sabor Maior-Festival Gastronômico de Campo Maior.Entre as atrações estarão artistas nacionais e locais. No palco principal se apresentarão:Dia 16, Humberto Gessinger, 17, José Augusto e 18, Avneh Vinny. Seguidos pelos artistas: Silvio Cesar, Marcelo Ferreira, Neginho Beia-Flor, Mister Tcharlys, Forró de Cabo a Rabo, Yolanda Miami.
As barracas já estão sendo instaladas na praça de eventos Valdir Fortes, a margem do açude grande.Este ano também foram instaladas arquibancadas nas laterais.
O Festival tem como objetivo divulgar a gastronomia local, estimular o turismo gastronômico, bem como fomentar a economia da cidade, trazendo novos consumidores para os produtos comercializados na região.
Não somente os produtos serão avaliados pelos consumidores, mas também a apresentação destes e a forma como eles chegarão ao cliente.

O Festival não pode servir apenas como uma tendência, uma demonstração do que é oferecido aqui, mas, principalmente para  provocar uma transformação na rede de restaurantes, levando-os a modernização dos serviços, do espaço, das formas de atendimento, para poder atender a demanda, sempre crescente por comidas excelentes em lugares sensacionais. 


segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Visita da brasiliense Maria Ozias a Campo Maior

Visita da brasiliense Maria Ozias de Miranda Marcante a Campo Maior, cidade onde nasceu, na qual viveu seus pais Maria de Jesus Miranda e Cícero Lopes de Miranda. Nem mesmo os longos anos de ausência e a nova cidadania a fizeram esquecer os frutos plantados aqui e o gostinho da terra natal. Foram muitos os motivos que a fizeram voltar à cidade natal.Outrora, para visitar os pais, e, atualmente, os irmãos dr. Antônio (engenheiro mecânico) e dr. Edmilson Lopes de Miranda (médico pediatra), ambos aposentados, que trocaram as grandes capitais -Rio de Janeiro e Brasília pelo município piauiense. Outro bom motivo, é a temporada de guabiraba, fruto favorito da brasiliense, que a faz viajar de Brasília até os Varões (antiga moradia dos pais), somente para saboreá-lo. Bons motivos e bons ventos a tragam sempre, e que, os cajus e cajuis sirvam também de motivações para suas vindas a nossa cidade.
Ipês de Campo Maior

Porta da Misericórdia na Catedral de Santo Antônio

Almoço no Terreiro da Fazenda


Encontro com Luiz Carlos e esposa Diva-ele filho do marceneiro Zé Florindo que trabalhou para sua família

domingo, 11 de setembro de 2016

Carreata realizada pelo Professor Ribinha candidato a prefeito de Campo Maior

Sábado, 10 de setembro foi realizada uma grande carreata pelos militantes e simpatizantes do candidato a prefeito Professor Ribinha, que tem como candidata a vice prefeita, a dra. Liege.

A carreata percorreu os bairros de Flores, Cariri, Matadouro, Estação, Paulo VI, Bairro de Fátima, Cidade Nova, São Luís, São João, Lourdes, Centro e abraçou o açude e encerrou na Praça do Açude.

O Professor Ribinha foi em um carro caracterizado acompanhado da sua vice, Dra. Liége, do Prefeito Paulo Martins e a sua primeira-dama Walquiria Alencar, do Deputado Estadual Aluísio Martins e outros candidatos a vereadores. No encerramento o Professor Ribinha fez uso da palavra onde agradeceu emocionado o acolhimento do povo de Campo Maior. “Quero agradecer a todos que participaram dessa carreata histórica e também aqueles que nos esperaram na porta de suas casas com bandeira, cartazes e declarações de amor e carinho pela gente. Estou feliz e me sentindo abençoado”, concluiu.
Weslley Paz.Vejam algumas fotos:
 

Carreata realizada pela coligação Renasce de Novo Campo Maior

Na noite de 4 de setembro a Coligação Renasce de Novo Campo Maior que tem como candidatos a prefeito e vice prefeito de Campo Maior, o ex-prefeito Joãozinho Felix e a vereadora Josenaide Matos realizou uma grande carreata pelas ruas de Campo Maior saindo do Bairro Santa Rita. Veja algumas fotos:


 veja todas as fotos